Publicidade
Terça-Feira, 26 de Janeiro de 2016 - Hora:09:13

Adaptar-se ao elenco

Marcelo Capretz é colunista esportivo

Ganhar sempre será o mais importante no futebol. Ganhar, jogando bem e bonito tende a ser ainda melhor. O Palmeiras foi campeão da Copa do Brasil no ano passado e o palmeirense começa 2016 cheio de esperanças, já que a base do elenco foi mantida e reforços foram contratados.Porém analisando com mais detalhes o estilo de jogo do Verdão é possível perceber alguns pontos a serem melhorados. 

 

O técnico Marcelo Oliveira carece de variações ofensivas. Pelos jogadores de frente de boa qualidade que ele tem nas mãos seria possível desenvolver novas maneiras de chegar ao gol adversário. Por exemplo, Dudu renderia muito mais se permanecesse mais tempo próximo da área rival e não voltando tanto para buscar o jogo. O versátil Robinho, atuando aberto pelo lado direito, rende menos do que vindo pelo meio, de trás, como um elemento surpresa. E o jovem Gabriel Jesus sai todo jogo esgotado porque tem se preocupado mais em defender do que atacar. É claro que a marcação começa pelos atacantes, mas faze-los voltar até a própria área é um tiro no pé.

 

Não é por acaso que Marcelo Oliveira tem os títulos que tem. Mas se ele adaptasse seus princípios de jogo ao elenco e não tentar fazer o contrário o Palmeiras seria melhor do que já é.

 

*

 

O time campeão brasileiro do Corinthians não existe mais. Foi desfeito. Comprado pelos valorizados dólares. Jogadores cascudos como Gil, Ralf, Renato Augusto, Jadson e Vágner Love, que poderiam fazer a diferença na Libertadores, não estão mais no elenco.

 

E é muito cruel colocar todas as esperanças no técnico Tite. É verdade que ele arrumou o time no ano passado, após as saídas de Guerrero, Sheik, Fábio Santos e Petrus. Mas a missão dessa vez é muito mais difícil. No longo Brasileirão é mais fácil fazer experiências e testar formações. Na curta Libertadores não é bem assim.

 

Os reforços contratados não são ruins; Guilherme, Marlone, Willians e Vilson são bons jogadores. 

 

Mas Tite não é milagreiro. Não é mágico. Cobra-lo para que o raio caia duas vezes no mesmo lugar e ele mais uma vez monte, em um curto espaço de tempo, uma equipe campeã não é justo.

 

Enquetes
Diante das acusações, Michel Temer ficará na Presidência até o fim do mandato?
Fale conosco
Itupeva - Sp - Brasil
Contato comercial: Herikson Almeida
Telefone 11 9.9674-9857 - 11 9.4866-5716
Email: contato@gazetadeitupeva.com.br
Contato redação:
Email: redacao@gazetadeitupeva.com.br
Formulário de Contato
Copyright © 2013. Portal de Notícias Gazeta de Itupeva.
Todos os Direitos Reservados
Programador PHP