Vinhedo - Sexta-Feira, 29 de Maio de 2015 - Hora:14:24

Ares PCJ recebe comissão sa água de Vinhedo

Um dos trabalhos da Agência é fiscalizar as autarquias para que cumpram o estabelecido no Relatório de Conformidade

Vinhedo, 29 de maio - A Comissão de Assuntos Relevantes da Água da cidade de Vinhedo, esteve na última semana na cidade de Americana visitando a sede da ARES PCJ (Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí).

 

Participaram da reunião o vereador e presidente da Comissão, Rodrigo Paixão (PSOL), o vereador Valdir Barreto (PSOL) e o vereador Bacural (PTB). Eles foram recebidos pelo diretor técnico operacional da ARES PCJ, Carlos Gravina.

 

O vereador Rodrigo Paixão (PSOL), iniciou a reunião expondo os motivos da visita e o que motivou a criação da Comissão em novembro de 2014: “ A ideia é subsidiar informações para ter medidas de precaução contra a crise hídrica em Vinhedo”.

 

De acordo com Gravina, a ARES PCJ não é subordinada ao governo, e hoje, 49 municípios estão regulados pela Agência.

 

“Estamos em processo de confiança, uma nova fase, avaliando a análise regulatória de auditoria dos números informados pelas autarquias”, disse Gravina.

 

Perdas de Água

Através de um acordo entre a ARES PCJ e a Agência Nacional em Portugal, será feita uma auditoria de indicadores, o objetivo é saber os números exatos e confirmar a perda de água nas cidades da Região. As investigações feitas até o momento, comprovam que as cidades não tem medidores e não sabem qual o número exato de perda.

 

Outro grande problema é o hidrômetro, o eletrônico tem o custo elevado, os muito antigos podem desregular as boias de água, com isso a pressão da água é responsável pelos vazamentos e perdas.

 

A ARES PCJ está se estruturando para o trabalho de monitoramento da qualidade da água pra quem bebe. Será feita uma coleta por mês em casa município e duas análises completas por ano, a Prefeitura e as prestadoras de serviços serão informadas.

 

Um outro trabalho contratado pelo ARES PCJ é inédito, chamado de Termografia, uma câmera fotográfica especial, que fotografa o calor, exibe o aquecimento e aponta intervenções. A foto é essencial para informar onde está a perda de energia.

 

Fiscalização

No último Relatório de Conformidade, da Ares PCJ, realizado em dezembro de 2014, as instalações da SANEBAVI em Vinhedo foram fiscalizadas, as poucas falhas apontas foram corrigidas, o que gerou elogios da Agência.

Em janeiro desse ano, começou a valer a aplicação da multa aos municípios. A cada seis meses a ARES PCJ visitará as cidades e informará o que é necessário para a adequação, os municípios que não se enquadrarem no Relatório de Conformidade, serão diagnosticados, depois será feito um levantamento e caso não tenham sido feita as alterações uma multa será aplicada.

 

Estiagem

A escassez hídrica deverá se repetir nesse ano, é o que prevê a Agência todas as autarquias visitadas pela Comissão até o momento.

 

 Sobre as grandes represas que deverão ser construídas e entregues até 2019, a de Pedreira e Amparo, a dúvida do ARES PCJ é se até lá haverá água para encher as represas.

 

Gravina salientou que o caminhão pipa é para emergência e não um meio de substituição aos recursos hídricos. Nenhuma cidade tem o plano Municipal de Emergência, um bem coletivo que estabelece que uma cidade socorre a outra em caso de seca.

 

A ARESP PCJ informou também que o Ministério Público solicitou a elaboração de um Plano de Contigência, balanço hídrico, convocando as autarquias para uma audiência pública.

A próxima visita da Comissão da Água será ao DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica).
Enquetes
Fale conosco
Itupeva - Sp - Brasil
Contato comercial: Herikson Almeida
Telefone 11 9.9674-9857 - 11 9.4866-5716
Email: contato@gazetadeitupeva.com.br
Contato redação:
Email: redacao@gazetadeitupeva.com.br
Formulário de Contato
Copyright © 2019. Portal de Notícias Gazeta de Itupeva.
Todos os Direitos Reservados
Programador PHP