Quarta-Feira, 13 de Maio de 2015 - Hora:19:45

Câmara Municipal de Vinhedo promove Fibromialgia

O vereador dr. Dario Pacheco (PSDB), autor da lei que instituiu e incluiu no Calendário Oficial do Município o “Dia da Fibromialgia”, deu abertura ao evento.

Objetivo era esclarecer a população sobre o diagnóstico e a forma de tratamento da doença

 

Na noite dessa terça-feira (12/05) aconteceu na Câmara Municipal, a palestra sobre Fibromialgia. O vereador dr. Dario Pacheco (PSDB), autor da lei que instituiu e incluiu no Calendário Oficial do Município o “Dia da Fibromialgia”, deu abertura ao evento.

O artigo 2 da Lei nº 3.624, diz que no “Dia da Fibromialgia”, poderão ser realizadas palestras sobre a conscientização e orientação acerca da existência da doença e a evolução nos tratamentos.

O dia da Fibromialgia é lembrado mundialmente e anualmente, no dia 12 de maio, onde aconteceram eventos sobre o tema na França, Portugal e EUA. A palestra teve o apoio do vereador Rodrigo Paixão (PSOL) e coordenação da Dra. Salete Pimentel do Instituto Terapias Naturais.

A palestra foi dividida em três partes, a Dra. Salete Pimentel, especialista em dor, compartilhou com as pessoas que lotaram o plenário da Câmara, o início do movimento para o tratamento de dores crônicas e reumáticas, nos EUA, em 1.933. “Quem já passou pela fibromialgia, compra a causa”, disse a dra. durante seu discurso.

Em seguida foi a vez da Dra. Karina Rodrigues Romanini Subi, médica do serviço de Dor do Hospital Albert Einstein em SP, falar sobre o assunto. Ela disse que a fibromialgia é uma dor espalhada em todos os músculos do corpo, acompanhada de fadiga e distúrbio do sono.

A fibromialgia tem origem no sistema nervoso central, atinge de 2 a 5% da população segundo pesquisas, sendo 90% mulheres na faixa etária de 35 a 60 anos. O índice elevado de ansiedade e depressão podem levar a fibromialgia.

De acordo com a dra. Karina, não existem exames laboratoriais e nem de imagens que possam detectar a doença. Um especialista solicita os exames para descartar outros tipos de doença e pode dar o diagnóstico depois de uma avaliação do paciente.

“O diagnóstico é importante para melhorar a satisfação com a própria saúde”, disse dra. Karina.

As formas de tratamento podem ser farmacológica e não farmacológica, alguns pacientes necessitam além da medicação, um apoio para a autogestão da doença, com médicos, enfermeiros, fisioterapeuta.

A nutricionista, dra. Lucélia Silva Costa, explicou a importância da dieta anti-inflamatória e dos alimentos funcionais e antioxidantes para limpeza da células, além da consciência na ingestão de alimentos, também para o combate a dor.

Ao final, com o uso de spray de essências, a dra. Salete levou os participantes a fazerem exercícios de meditação e relaxamento, a terapia natural, também é uma das formas no tratamento da doença.

A palestra teve duração de duas horas, os participantes ouviram atentamente as explicações e puderam tirar dúvidas. “Pelo número de pessoas presentes, por ser uma terça-feira, pelo horário, o público participar e ficar até o final da palestra, superou minha expectativa”, disse dra. Salete ao final da palestra.

“Por ser um evento que está acontecendo mundialmente e por estar acontecendo aqui em Vinhedo, e pela palestra com nível altíssimo, superou minhas expetativas”, disse muito contente o vereador dr. Dario Pacheco.

O vereador Rodrigo Paixão completou “Foi riquíssimo, dever cumprido, tarefa cumprida, a Câmara está aberta para mais encontros como este”.
Enquetes
Fale conosco
Itupeva - Sp - Brasil
Contato comercial: Herikson Almeida
Telefone 11 9.9674-9857 - 11 9.4866-5716
Email: contato@gazetadeitupeva.com.br
Contato redação:
Email: redacao@gazetadeitupeva.com.br
Formulário de Contato
Copyright © 2013. Portal de Notícias Gazeta de Itupeva.
Todos os Direitos Reservados
Programador PHP