Publicidade
Jundiaí - Quinta-Feira, 04 de Janeiro de 2018 - Hora:22:25

Educação de Jundiaí reorganiza sistema de ensino e cumpre metas

 

Após 12 meses de intenso trabalho para reorganizar o sistema, a Unidade de Gestão de Educação (UGE) fechou o ano com diversas ações e cumprindo metas do prefeito Luiz Fernando Machado. A pasta criou vagas em creches, iniciou novas e importantes parcerias, melhorou a estrutura física de unidades escolares, além de ampliar o projeto Vale Verde. Para 2018, continua a efetivação das ações, com vistas na melhoria da qualidade do ensino ofertado nas 112 escolas municipais e no Centro Municipal de Educação de Jovens e Adultos (Cmeja).

 

“Apesar das dificuldades encontradas em 2017, o ano foi de avaliação e grande planejamento das ações para 2018. Conciliadas, nos trouxeram a oportunidade de sermos uma das nove marcas do governo, o que nos trará reflexos bastante positivos, considerando que nosso objetivo maior são os nossos estudantes da Educação Infantil  à Educação de Jovens e Adultos. O que queremos é que todos aprendam com qualidade para que Jundiaí avance em todas as áreas”, destaca a gestora da UGE, Vasti Ferrari Marques.

 

Em 2017, 1.851 crianças foram chamadas para atendimento em creches municipais, entidades conveniadas e escolas contratadas. No final de 2016, o número de crianças na fila era de 2,7 mil. A lista publicada dia 15 de dezembro, na Imprensa Oficial, está com 2.352 crianças. “Para 2018, após adequações, as quais se destacam a reorganização de espaços em escolas municipais, cumprindo o que diz a legislação no que tange a quantidade de alunos por classe; a criação de nove salas de G3 (grupo 3 anos) em unidades de Educação Infantil; e a aquisição de mais 227 vagas da rede privada, serão chamadas mais de 1.382 crianças. Continuamos empenhados e realizando estudos para ampliar a oferta de vagas para os próximos anos, de forma planejada e responsável”, ressalta.

 

Parcerias
A UGE assinou duas importas parcerias, sem ônus aos cofres públicos. Com o Sebrae será desenvolvido um projeto de empreendedorismo com as crianças do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano). Inicialmente, a proposta vai envolver dois mil alunos. O Sebrae, além de ofertar oficinas para os professores, disponibilizará apostilas para as crianças.

 

Em novembro, o prefeito assinou termo de cooperação que permite a unidade receber doação de serviço da Anhanguera Educacional – Grupo Kroton. A parceria envolve sete escolas municipais e, na prática, trabalhará em quatro frentes: realizará um diagnóstico voltado às necessidades de capacitação e promoverá programas de formação e capacitação nas escolas; fará um plano de ação para a melhoria do desempenho administrativo das escolas; detectará os alunos que necessitam de intervenções psicológicas e assegurará atendimento terapêutico deles e de seus familiares; e fará um levantamento da estrutura dos prédios das escolas, com indicação das adaptações necessárias.

 

Saresp
Depois de dois anos sem participar (2015 e 2016), 7.825 alunos de 49 escolas municipais de Ensino Fundamental participam da prova Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo).

 

A avaliação tem a finalidade de produzir um diagnóstico da situação da escolaridade básica paulista, visando orientar os gestores do ensino no monitoramento das políticas voltadas para a melhoria da qualidade educacional, além de ser utilizada para o cálculo do Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo), o qual estabelece metas que as escolas devem alcançar ano a ano.

 

Vale Verde
O Projeto Vale Verde, localizado na Etec Benedito Storani, recebeu investimentos das Unidades de Gestão de Educação e de Agronegócio, Abastecimento e Turismo, passando a área de plantio de 10 mil para 15 mil metros quadrados. Com o aumento da produção mensal de hortifrutigranjeiros, atualmente, a horta orgânica certificada atende todas as escolas municipais com produtos como alface, chicória, cheiro verde e couve, além das 31 creches e das 11 escolas de tempo integral com legumes como berinjela, abobrinha e pepino, cuja produção ainda é em escala menor.

 

Em paralelo aos investimentos no espaço, a UGE retomou o projeto horta escolar em 32 unidades, com a perspectiva de expansão para toda a rede e o envolvimento dos pais e da comunidade, incentivando a mudança de hábitos alimentares e efetivando a educação nutricional.

 

Estrutura física
A UGE estabeleceu prioridades e realizou projetos de pequeno, médio e grande portes, conforme a disponibilidade financeira.  A reforma da Emeb João Batista Toledo, no Jardim Tamoio, foi entregue no dia 19 de dezembro, após seis meses de serviços. Também foram abertas licitações para novas ações. Entre elas, a cobertura da quadra da Emeb Marcos Gasparian, a construção de miniquadra na Emeb Professora Cesarina Fortarel Gonçalves Dias e a reforma da Emeb Joaquim Candelário de Freitas.

 

A UGE ainda fez parcerias com as equipes escolares e a comunidade para viabilizar obras de melhorias em prédios.  A Unidade ofertou o material e as escolas, com a ajuda dos pais e da comunidade, realizaram mutirões para alguns serviços de manutenção, como pintura. Essas ações, além da melhoria no patrimônio público, permitem com que a comunidade se aproprie do que é dela, e une famílias, alunos e equipe escolar.

 

Uniforme e material escolar
Foram entregues 30.328 kits de material escolar para os alunos da Educação Infantil (4 e 5 anos) ao Ensino Fundamental. A UGE aderiu à licitação do Ministério da Educação, o que gerou uma economia de R$ 2 milhões aos cofres públicos.

 

Em março, a UGE entregou as peças de verão do kit de uniforme escolar. Em abril, concluiu a entrega dos itens de inverno. Mais de 27 mil alunos beneficiados.

Mais ações
No decorrer do ano, a UGE encontrou soluções para suprir a falta de profissionais, efetuando a contratação de 34 professores efetivos, 117 professores temporários, 19 agentes de desenvolvimento infantil, 4 cozinheiros e 8 diretores de escola. Também foi realizada pela Biblioteca Municipal Professor Nelson Foot a 13ª Olimpíada de Redação, com a participação de 2730 pessoas; e o Cmeja e o Centro de Línguas efetivaram, respectivamente, 2.772 e 2.220 matrículas.

Enquetes
Diante das acusações, Michel Temer ficará na Presidência até o fim do mandato?
Fale conosco
Itupeva - Sp - Brasil
Contato comercial: Herikson Almeida
Telefone 11 9.9674-9857 - 11 9.4866-5716
Email: contato@gazetadeitupeva.com.br
Contato redação:
Email: redacao@gazetadeitupeva.com.br
Formulário de Contato
Copyright © 2013. Portal de Notícias Gazeta de Itupeva.
Todos os Direitos Reservados
Programador PHP