Vinhedo - Domingo, 21 de Junho de 2015 - Hora:21:57

Em Vinhedo, Vereadores visitam unidades de saúde em busca de respostas à falta de medicamentos na rede municipal

Rodrigo Paixão, Valdir Barreto e Bacural Dias visitaram a Policlínica da Capela, UPA e o CIS São Matheus

Foto divulgação

As constantes queixas da população vinhedense quanto à falta de medicamentos na rede municipal de saúde, seja de uso contínuo ou imediato, de baixo ou alto custo, motivou os vereadores Rodrigo Paixão, Valdir Bareto (ambos do PSOL) e Bacural Dias (PTB) a visitarem as três principais unidades de saúde de Vinhedo em busca de respostas.

A primeira delas, a Policlínica da Capela, é responsável por atender a região mais populosa de Vinhedo, e atualmente sofre com a falta de medicamentos básicos. Além da carência de alguns remédios, os vereadores registraram as péssimas condições do arquivo de prontuários de atendimento. Devido à falta de espaço, os prontuários ficam empilhados, e muitos já apresentam sinais de deterioração, como bolor. Os parlamentares propuseram à municipalidade a disponibilização de um armário adequado para os documentos.

Já na UPA 24 horas, a farmacêutica responsável esclareceu que apenas os remédios de uso imediato são disponibilizados à população, de acordo com orientação médica após atendimento na própria UPA, e alguns desses estão em falta. Os medicamentos de uso controlado são utilizados apenas internamente, e não faltam.

Solicitação antiga dos vereadores, finalmente a Prefeitura instalou ar condicionado na sala de medicamentos da UPA, preservando a qualidade dos remédios. Apesar dessa melhoria, falta o sistema de refrigeração na sala de armazenamento dos injetáveis, pedido que também será encaminhado ao Poder Executivo.

O CIS São Matheus foi a última unidade visitada no dia, e é lá em que está instalado o almoxarifado central de medicamentos da rede municipal de saúde, espaço que os parlamentares tiveram a oportunidade conhecer.

Conforme explicação da farmacêutica responsável pelo almoxarifado, atualmente cerca de 270 medicamentos fazem parte da lista da Prefeitura para distribuição gratuita. O processo licitatório para aquisição desses remédios foi iniciado em novembro de 2014 e teve fim apenas em abril de 2015, um longo prazo que culminou no esgotamento de boa parte dos medicamentos. Desde o fim da licitação diferentes atas de fornecimento já foram expedidas, o que fará com que, em breve, a carência de determinados medicamentos seja sanada.

A Prefeitura depende da assinatura de ciência do resultado da licitação por parte das empresas ganhadoras para poder solicitar o fornecimento dos medicamentos, o que impossibilita que toda a lista de 270 itens seja entregue em uma única vez.

Esse aumento no número de medicamentos oferecidos por Vinhedo, de 250 para 270, é resultado da inclusão na lista municipal de novos insumos após análise técnica da Prefeitura, e  de remédios originariamente de responsabilidade do governo do estado. Vários medicamentos do programa estadual Dose Certa estão em falta na cidade, já que a Fundação para o Remédio Popular (FURP) não tem dado conta da demanda em todo Estado de São Paulo, fazendo com que a cidade tenha que arcar com esses produtos para não faltar à população.

“As visitas foram esclarecedoras, agora é possível entender os motivos que levaram à carência de tantos medicamentos, como a falha do estado no fornecimento dos insumos de sua responsabilidade e a demora da Prefeitura em promover a licitação para compra de novos remédios; continuaremos acompanhando todo processo de fornecimento até que o serviço das farmácias municipais tenha voltado à normalidade”, enfatizaram os vereadores.


Fonte: camaravinhedo.sp.gov.br

Enquetes
Fale conosco
Itupeva - Sp - Brasil
Contato comercial: Herikson Almeida
Telefone 11 9.9674-9857 - 11 9.4866-5716
Email: contato@gazetadeitupeva.com.br
Contato redação:
Email: redacao@gazetadeitupeva.com.br
Formulário de Contato
Copyright © 2013. Portal de Notícias Gazeta de Itupeva.
Todos os Direitos Reservados
Programador PHP