Itupeva - Terça-Feira, 30 de Junho de 2015 - Hora:16:24

Polícia detém quadrilha que explodia caixas eletronicos em Itupeva

Grupo com dois homens e cinco adolescentes agia em Itupeva (SP). Segundo as investigações, líder 'ostentava' dinheiro de roubos na internet.

Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Itupeva (SP) deteve nesta segunda-feira (29) uma quadrilha que realizava ataques a caixas automáticos na cidade. Segundo o Setor de Investigações Gerais (SIG), o grupo usava explosivos produzidos com produtos como rojão e tubos de PVC. O último dos sete integrantes do grupo, entre eles menores de idade, foi apreendido na manhã desta terça-feira (30).

 

De acordo com o investigador-chefe da SIG em entrevista ao G1, Vladimir Spina, a quadrilha era formada por dois homens, de 21 e 20 anos, e cinco adolescentes.

 

Com base em informações obtidas na internet, o chefe do grupo montava os explosivos dentro de casa com objetos simples. “Eles desmontavam rojões vendidos regularmente e juntavam com uma massa de secagem rápida no tubo de PVC. Apesar de aparentar ser uma coisa 'normal', o poder de destruição é grande. Tanto é que destruiu o caixa automático e chegou a atingir uma loja ao lado mini mercado”, explica.

 

O grupo foi identificado após um carro ser encontrado queimado no dia 14 de junho. O veículo foi roubado em Indaiatuba (SP) e usado em ataques a caixas automáticos nos bairros Monte Serrat e Rio das Pedras (conhecido como Nova Monte Serrat), em Itupeva.

 

Apavoravam as vítimas


Segundo Spina, o grupo é investigado por envolvimento em cinco ocorrências. “A suspeita é de que a quadrilha seja responsável por vários roubos, furtos e invasões a pizzarias, farmácias, chácaras, transportes coletivos e carros particulares”. A expectativa da SIG é que, com a divulgação da imagem do suspeito, mais vítimas procurem a polícia para denunciar novos casos.

 

Ainda de acordo com o investigador-chefe, o grupo era violento nas abordagens. “Como são amadores, eles apavoravam as vítimas. Colocam o revolver na boca e todo momento fazendo ameaças, mas não chegaram a atirar”, comenta. O líder do grupo ostentava o dinheiro dos roubos com fotos em uma rede social na internet “para serem reconhecidos” entre os criminosos.

 

Apesar de terem confessado os crimes, os dois integrantes de 21 e 20 anos foram indiciados e liberados por não terem sido detidos em flagrantes. Eles irão responder em liberdade pelos crimes de roubo, formação de quadrilha e corrupção de menores. Os adolescentes foram encaminhados para a Fundação Casa, já que foram detidos durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão.

 

Fonte: g1.com

Enquetes
Fale conosco
Itupeva - Sp - Brasil
Contato comercial: Herikson Almeida
Telefone 11 9.9674-9857 - 11 9.4866-5716
Email: contato@gazetadeitupeva.com.br
Contato redação:
Email: redacao@gazetadeitupeva.com.br
Formulário de Contato
Copyright © 2013. Portal de Notícias Gazeta de Itupeva.
Todos os Direitos Reservados
Programador PHP