Itupeva - Quarta-Feira, 15 de Julho de 2015 - Hora:08:58

Romeiros de Itupeva homenageiam NIVALDO DELAQUA

Calou-se a voz da ave cantadeira

Empresário, apresentador, radialista, pesquisador sertanejo, jornalista, animador cultural, mestre de cerimônias,   muladeiro, romeiro, seresteiro...são tantas e tão diversificadas as atividades em que se envolveu ao longo de seus setenta e três anos que é preciso ter cautela para não se confundir.

 

O fato é que Nivaldo Delaqua estava sempre adiante de seu tempo, enxergava longe o sucesso das empreitadas que patrocinava e dos projetos em que se intrometia.

 

Entre os pequenos e humildes sempre foi admirado, por onde passava deixava a marca de sua retidão e profissionalismo. Amava a Romaria de Itupeva e desde a presidência do Turcão fazia as locuções e cerimoniais como só poderia com sua voz aveludada e seu temperamento.

 

Mas nem sempre era compreendido, muitas vezes foi injustiçado, mas não se submeteu, pois sua humildade sempre o fez servir ao demais, sem que isso significasse ser submisso nem turrão.

 

Para Nivaldo, o ser humano significava esperança, num futuro melhor para todos, com justiça e fé no Bom Jesus, representação de Cristo num momento de extrema dor, mas com determinação dos desígnios de Deus.

 

Nivaldo não temia a morte, aceitava que a hora derradeira chegaria mais cedo ou mais tarde. Enfrentou com valentia vários problemas de saúde e viveu com intensidade, “pois a vida é pra ser vivida plenamente”.

 

Para ele, a beleza do ser humano consistia em decidir a cada momento o que se vai fazer e o que se vai deixar de lado, e colocava o prazer em ambas as alternativas, e a tristeza era não ter opções, ser do contra, e só!

 

A Romaria do Jubileu de Diamante de Itupeva foi sua derradeira apresentação pública, em que o presidente Angelim Lorenção fez questão de sua presença na Festa da Chega dos Romeiros.

 

Podemos pensar no grande amigo, agora junto com os romeiros pioneiros e os demais falecidos, na Romaria Eterna no céu.

Texto: Paulo Marcondes

 

“O Nivaldo é patrimônio da nossa Romaria. Não consigo expressar o que estou sentindo. Ele era meu companheiro fiel de locuções de romarias. Descanse em Paz, amigo”, disse o romeiro Valdemir Falco, o ‘Valdão’.

 

Já para o presidente da associação dos Romeiros, Angelin Lourenção, “a voz de Nivaldo jamais será esquecida. Ele será eternizado entre todos, era a voz do romeiros e deixará muitas saudades”, disse o presidente.

 

De acordo com a Associação dos Romeiros, a família de Nivaldo deverá ser homenageada pelo exemplo de homem que foi e continuará sendo, agora ao lado do Pai eterno. A homenagem deve acontecer na próxima Romaria, em 2016.
Nivaldo participava de várias Romarias e também deverá ser homenageado em outros eventos na região, tendo sua voz, de sotaque caipira e típica tropeira, imortalizada e sempre lembrada.

 

“Nivaldo vai ser sempre lembrado por todos nós. Sua voz anunciando a chegada da nossa romaria em Itupeva sempre será lembrada”, comentou Valmir Falco, atual Tesoureiro e que deve ter o nome anunciado entre os postulantes para a próxima Presidência da Associação dos Romeiros.

Enquetes
Fale conosco
Itupeva - Sp - Brasil
Contato comercial: Herikson Almeida
Telefone 11 9.9674-9857 - 11 9.4866-5716
Email: contato@gazetadeitupeva.com.br
Contato redação:
Email: redacao@gazetadeitupeva.com.br
Formulário de Contato
Copyright © 2020. Portal de Notícias Gazeta de Itupeva.
Todos os Direitos Reservados
Programador PHP