Jundiaí - Terça-Feira, 19 de Dezembro de 2017 - Hora:09:40

Saúde confirma primeiro caso de febre amarela em humano em Jundiaí

 

Único a não se vacinar da residência, o homem de 55 anos, morador no bairro Ivoturucaia, teve a confirmação de infecção por febre amarela pelo Instituto Adolpho Lutz nesta segunda-feira (18). Ainda internado, em quadro estável, a confirmação reforça a importância da imunização contra a doença, já que o vírus permanece em circulação na zona rural da cidade. Jundiaí tem 92% da população vacinada contra a febre amarela e as doses continuam disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

 

O paciente está internado desde o dia 29 de novembro em um hospital particular da cidade, onde permanece em tratamento. Seu quadro é estável e inspira cuidados. De acordo com o gestor interino da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), Tiago Texera, a não vacinação pelo munícipe foi opção própria. “O Ivoturucaia, assim como o restante da cidade, contou com amplo acesso às doses, com oferta em horário ampliado para a imunização na UBS do bairro além da disponibilização em Posto Avançado no Parque da Uva e em outros pontos da cidade. O agente comunitário de saúde circulou por toda a área para divulgar a importância da imunização. Da família, somente ele que não se vacinou e ficou doente. Essa é a prova de que a vacina é eficiente e a única forma de prevenção”, ressalta o gestor.

 

O macaco positivo mais próximo da residência do homem foi registrado há três quilômetros, na divisa com a cidade de Jarinu.  Segundo a diretora de Vigilância em Saúde, da UGPS, Fauzia Abou Abbas Raiza, as pessoas que ainda não se vacinaram estão se expondo a riscos desnecessários. “A dose está disponível em todas as nossas unidades de saúde gratuitamente. É importante que todos os aptos, se imunizem, pois o vírus permanece em circulação nos fragmentos de mata. Uma pessoa não imunizada que contraia febra amarela, pode se transformar em vetor de transmissão para o mosquito Aedes aegypti, transformando a doença de febre amarela silvestre, para urbana”, explica.  A meta é atingir 95% da população.

 

Dados
Dos 409 mil habitantes estimados em Jundiaí, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 92% já estão imunizados contra febre amarela (279.069 realizadas neste ano até 18 de dezembro, somadas às 100 mil disponibilizadas em anos anteriores). Contudo, com a permanência da circulação do vírus, a dose contra febre amarela permanece à disposição da população em todas as 36 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), inclusive nas unidades que funcionam com horário ampliado de atendimento (Tamoio, Hortolândia, Agapeama e Novo Horizonte).

 

Apesar de a VE intensificar a conscientização nos arredores da residência do doente, várias pessoas se negaram a receber a vacina. “A administração oferta a dose gratuitamente para todos, e esta é a única forma de se prevenir da doença, que é grave, e pode levar à morte. Por isso, as pessoas que não se imunizaram ainda devem comparecer a uma UBS para receber a vacina. É importante lembrar que o efeito da dose começa a valer a partir de 10 dias após a vacinação”, relembra a enfermeira da VE, Maria do Carmo Possidente.

 

Desde abril, a vacinação contra febre amarela é disponibilizada na cidade, com atendimento casa a casa nas zonas rurais, atendimentos em horários diferenciados nas UBSs, inclusive aos sábados e o Posto Avançado montado no Parque da Uva, que ofertou mais de 50 mil doses da vacina durante o mês de outubro, com picos de atendimento de mais de 8 mil pessoas/dia.

 

Jundiaí registra 72 macacos mortos com febre amarela. Ao todo são 201 animais localizados mortos. Deste total, 53 foram negativos, 15 aguardam resultados e 61 foram classificados como inadequados para análise. As UBSs ofertam, no mínimo, 100 doses por dia durante horário de funcionamento normal. A demanda é livre no horário estendido até 20h nas unidades Agapeama, Hortolândia, Tamoio e até 19h30 no Novo Horizonte.

Enquetes
Você esta animado com a Copa do Mundo 2018?
Fale conosco
Itupeva - Sp - Brasil
Contato comercial: Herikson Almeida
Telefone 11 9.9674-9857 - 11 9.4866-5716
Email: contato@gazetadeitupeva.com.br
Contato redação:
Email: redacao@gazetadeitupeva.com.br
Formulário de Contato
Copyright © 2013. Portal de Notícias Gazeta de Itupeva.
Todos os Direitos Reservados
Programador PHP