Publicidade
Itupeva - Quarta-Feira, 19 de Julho de 2017 - Hora:09:06

Saldo da Operação Sossego é de 10 estabelecimentos irregulares fechados em Itupeva

 

Depois de duas semanas consecutivas da Operação Sossego em Itupeva, o saldo é de 10 estabelecimentos fechados por irregularidades e 25 ambulantes notificados. Dos comércios que tiveram de baixar as portas, 60% dos proprietários já procuraram a Prefeitura para dar início ao processo de regularização. A força-tarefa que envolve Poder Executivo, agentes de segurança e o Poder Judiciário continuará com ações constantes no município contra a perturbação do sossego e sem prazo para acabar. As denúncias podem ser feitas pelos telefones 153 da Guarda Civil Municipal e 190 da Polícia Militar, além do telefone 156 (horário comercial, de segunda a sexta).

 

"Estamos sentindo uma conscientização dos comerciantes de Itupeva, que estão procurando espontaneamente a Prefeitura para se informar sobre o processo de regularização. Isso é importante para a população, que pode desta forma confiar nos serviços que são oferecidos e também ter as noites de sono garantidas, sem barulho provocado pelo som alto", destacou Celso Colletti, secretário da Fazenda.

 

No final de semana passado, sete comércios tiveram de interromper as atividades após a constatação de irregularidades. No primeiro dia da Operação Sossego, dia 7 de julho, três estabelecimentos já haviam sido fechados e outros quatro vistoriados receberam orientações para não realizar som ao vivo sem a devida licença. Caso não acatem essa determinação e voltem a funcionar, todos poderão ser lacrados.

 

Em relação ao comércio ambulante, 25 pessoas que estavam na região central de Itupeva foram abordadas pelos fiscais e notificadas.

 

 

Integração - De acordo com o secretário da Fazenda, as operações integradas de segurança serão intensificadas no município. "É um recurso adotado pelo prefeito Marcão Marchi para unir as forças de segurança e ampliar o poder de combate à criminalidade. Ele, inclusive, já determinou a criação do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), que será um orgão responsável por integrar esforços em torno do bem-estar da população. Não haverá custo algum para a cidade", ressaltou Colletti.

 

Ele também agradeceu a todos que fazem parte da Operação Sossego, considerada um sucesso após as duas ações realizadas em Itupeva. A força-tarefa é formada pela Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Departamento de Trânsito, Fiscalização do Comércio e Tributos, Vigilância Sanitária, Conselho Tutelar e o Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).

 

Para mais informações sobre regularização de atividades comerciais no município, os interessados devem procurar o setor de Tributos da Prefeitura, no Paço Municipal, das 8h às 17h. O endereço é avenida Eduardo Aníbal Lourençon, 15, Parque das Vinhas.

 

Enquetes
Diante das acusações, Michel Temer ficará na Presidência até o fim do mandato?
Fale conosco
Itupeva - Sp - Brasil
Contato comercial: Herikson Almeida
Telefone 11 9.9674-9857 - 11 9.4866-5716
Email: contato@gazetadeitupeva.com.br
Contato redação:
Email: redacao@gazetadeitupeva.com.br
Formulário de Contato
Copyright © 2013. Portal de Notícias Gazeta de Itupeva.
Todos os Direitos Reservados
Programador PHP